29-07-2016

Prefiro as próteses

Sete anos atrás, Valerie Kepner, foi a público agradecer “profundamente à família” de um doador de 23 anos por “salvar alguém, dando-lhe mãos que mudarão sua vida e sua independência”.

Referia-se ao marido, Jeff Kepner, hoje com 64 anos, primeira pessoa no mundo a receber transplante duplo de mãos e antebraços, depois de perder tais membros (e as pernas), devido infecção bacteriana.

Hoje a situação é bem diferente do que a família imaginou, ao ser escolhida ao procedimento pioneiro.

Jeff afirmou à rede britânica BBC que, se soubesse o que seria o resultado, não teria se submetido ao que classificou como “uma espécie de experiência”.

O problema é que as próteses artificiais que usou por décadas lhe permitiam, por exemplo, continuar trabalhando como livreiro. Hoje isso é impossível, pois “não acontece absolutamente nada com as minhas mãos. Desde a operação, não consigo fazer nada de funcional”.

Três outros procedimentos foram tentados, para devolver ao homem a sensibilidade e movimentos das mãos – todos sem sucesso.

Televisão

Explica que, neste momento, a única coisa que consegue fazer é assistir televisão.

Um dos problemas, explica, é que médicos da equipe de transplantadores de hospital de Pittsburgh, Pensilvânia, garantiram que, se tudo desse errado, haveria a alternativa de retirar as mãos e recolocarem-se as próteses. “Durante a operação cortaram porções boas dos meus antebraços”.

Sem elas, o uso de próteses não é mais indicado.

Fonte: BBC


Esta página teve 517 acessos.

(11) 5908-5647
cbio@cremesp.org.br
Twitter twitter.com/CBioetica

Rua Luís Coelho, 26 - Consolação - São Paulo/SP - CEP: 01309-000

CENTRAL DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO - (11) 5908-5600 das 8h às 20h

HORÁRIO DE EXPEDIENTE - das 9h às 18h