11-10-2018

Saúde mental de adolescentes

O Dia Nacional de Saúde Mental, 10 de outubro, foi criado em 1992 pela World Federation for Mental Health com o objetivo de chamar a atenção pública para a questão e identifica-la como “causa comum a todos os povos”, combatendo preconceitos e estigmas. 

Pela passagem da data, a Organização Mundial da Saúde (OMS) destacou o fato de que, apesar de metade dos casos de transtorno mental surgir antes dos 14 anos de idade, estes não são identificados ou tratados. 

Entre as consequências mais assustadoras: o suicídio é a segunda principal causa de morte entre pessoas de 15 a 29 anos.  Nessa mesma faixa etária preocupam a OMS situações como o uso de álcool e drogas ilícitas – capazes de levar a comportamentos de risco, como sexo desprotegido e direção perigosa –, bem como, transtornos alimentares. 

Prevenção 
Conforme a OMS, para contribuir para a prevenção do sofrimento mental entre os jovens, “pais e professores podem ajudar a construir habilidades em crianças e adolescentes, ajudando-os a lidar com desafios cotidianos em casa e na escola”. Salienta que “o apoio psicossocial pode ser fornecido em escolas e outros ambientes comunitários”. 

Ainda de acordo com a entidade, “o investimento por parte dos governos e o envolvimento dos setores social, saúde e educação em programas abrangentes, integrados e baseados em evidências para a saúde mental dos jovens é essencial”. 
 

Fontes: UOL e Agência Brasil 
 


Esta página teve 25 acessos.

(11) 4349-9983
cbio@cremesp.org.br
Twitter twitter.com/CBioetica

Rua Frei Caneca, 1282 - Consolação - São Paulo/SP - CEP: 01307-002

CENTRAL DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO - (11) 4349-9900 das 8h às 20h

HORÁRIO DE EXPEDIENTE - das 9h às 18h