Pesquisas em Ética e Bioética tiveram espaço na plenária do Cremesp

Estudantes da turma de 2018 do Programa de Bolsas em Ética Médica e Bioética do Cremesp comparecem à sede da Casa nos dias 26 e 27 de dezembro para a segunda etapa de apresentações de resultados parciais de seus projetos – a inicial ocorreu em junho deste ano e a final, prevista para fevereiro do próximo. Além da totalidade dos alunos contemplados e de alguns orientadores, esteve presente como convidado do Cremesp Max Grinberg, professor de Bioética. 


        Turma que se apresentou em 26 de novembro junto com alguns orientadores

No primeiro dia dessa atividade, os alunos das escolas médicas de 2º ao 5º ano (ou do 3º ao 10º semestre), público-alvo do programa, abordaram desde problemas recorrentes no universo das escolas médicas – como o uso de drogas e a ocorrência de doenças sexualmente transmissíveis entre estudantes, bem como, as habilidades de comunicação do médico –; a temas mais atuais, como a confiabilidade do prontuário eletrônico entre os pacientes e a introdução do whatsapp no atendimento. 

Sobre esses últimos projetos, Max Grinberg mencionou estudos que demonstram que a preservação do sigilo é maior na palavra escrita do que na falada. E alertou: “hoje o médico não pode sair de casa sem caneta, carimbo e celular”. 

Nova rodada de apresentações 

Entre os temas abordados nesta ocasião tiveram destaque as questões de gênero: em projeto relativo à mulheres e homossexuais masculinos na escola de medicina ficou claro que, infelizmente, a faculdade permanece como um dos locais mais arriscados aos estudantes.

Na mesma linha, em trabalho sobre o gênero e orientação sexual como fator agravante do sofrimento psicológico entre alunos é ressaltada a importância dos Códigos de Ética Médica e de Ética do Estudante para lidar com tais situações delicadas.

Além desses assuntos, as apresentações parciais versaram a respeito de outros, como o estudante de medicina como população de risco a problemas de saúde, como depressão; atenção primária e os pacientes de com câncer; o atendimento ético à mulher privada de liberdade; autonomia do paciente hospitalizado; e a analise sobre a percepção ética da formação dos estudantes de Medicina.

Em ambas as etapas, estiveram representadas: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - Sorocaba; Faculdade Santa Marcelina; Faculdade de Medicina do ABC; Centro Universitário Barão de Mauá; Universidade Mogi das Cruzes; São Leopoldo Mandic; Faculdade das Américas; Fundação Educacional do Município de Assis; Universidade Municipal de São Caetano do Sul ; Centro Universitário de Votuporanga; Universidade Nove de Julho; Faculdade de Ciências Médicas Santa Casa de São Paulo; Faculdade de Medicina de Jundiaí; Universidade Anhembi Morumbi; Universidade Cidade de São Paulo; Universidade Estadual Paulista; Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto; Universidade São Francisco; Faculdade de Medicina de Marília.

Inscrições 2019 
As inscrições para o processo seletivo do programa de Bolsas Para Estudantes de Medicina – turma de 2019 – estarão abertas entre os dias 30 de novembro de 2018 e 15 de fevereiro de 2019. (veja mais). 

Os projetos devem ser encaminhados CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO – Centro de Bioética – à Rua Frei Caneca, 1282, 1º Andar, Consolação, São Paulo/SP - CEP 01307-002. Poderão ainda ser entregues em quaisquer Delegacias Regionais do Cremesp . 

Informações pelo e-mail do Centro de Bioética

Dúvidas também podem ser esclarecidas pelo telefone (11) 4349-9983, ramais 5106 e 5164. 


Esta página teve 77 acessos.

(11) 4349-9983
cbio@cremesp.org.br
Twitter twitter.com/CBioetica

Rua Frei Caneca, 1282 - Consolação - São Paulo/SP - CEP: 01307-002

CENTRAL DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO - (11) 4349-9900 das 8h às 20h

HORÁRIO DE EXPEDIENTE - das 9h às 18h